sexta-feira, 26 de junho de 2009

Coisas de quem está fora de casa

Muitas vezes saímos aqui e vamos vendo coisas, pessoas, imagens de lugares e lembrando das pessoas queridas daí de João Pessoa. É engraçado demais. Ficamos eu e Guga olhando tudo e de uma hora para a outra um diz: Eita isso é a cara de fulano, ou de beltrano. Ou, menina, se fulano tivesse aqui iria gostar muito disso ou daquilo. E, assim, o tempo vai passando e nós vamos matando as saudades.
Já escolhemos uma loja para Nana (de chás), outra para Sandrinha(de roupas e acessórios antigos), outra para Maria Helena (de sapatos), um espaço cultural para Savy, uma loja especializada em música para Sílvio, uma loja que é a cara de Valerinha(de sabonetes e produtos especiais para o corpo), um outro espaço de dança e eventos para Taty e Toinho, uma Post Office que combina direitinho com Marcelo e Luciana, um estúdio de fotografias para Rosinha e Fernandinho...e por ai vai.
Ah, essa vitrine de sapatos, claro, é da loja de Maria Helena. Ela iria pirar com os sapatos diferentes que vendem por aqui. Esses são uma pequena amostra. Essa outra loja cheia de sabonetes, loções, embalagens e outras coisas cheirosas e diferentes é de Valerinha. Amiguinha, é a nossa cara.
Sim, tem ainda os recantos da cidade que agradariam a todos por ai. Lugares lindos mesmo e muito bem cuidados. Ontem, encontramos na Queen Street um canteiro de alface. Isso mesmo: alface. Era uma coisa tão delicada e bem cuidada que chamava a atenção. Parecia que alguém plantou aquilo e todos os dias aparecia para limpar e colocar água. Show!
Como algumas vezes saímos sem máquina, vamos ficar devendo fotos dos espaços que citamos lá em cima. Porém, na primeira oportunidade registraremos e colocaremos aqui no blog. Aguardem.

sábado, 20 de junho de 2009

Baebecue com minha turma de classe

Minha turma de sala de aula já mudou um pouco desde o primeiro post que coloquei aqui. Mas, continua com uma maioria asiática. Tem sido uma ótima experiência conviver com essas pessoas. Elas são aplicadas na sala de aula e divertidas fora dela. Nosso primeiro barbecue foi na sexta-feira que passou, dia 19 de julho, no Mowbray Park, ao lado da Shafston School. Eu sou a única criatura casada da sala de aula, mas, eles me tratam como se eu tivesse os 19, 18 ou os 26 anos deles. Só que ainda não conheciam Guga. No barbecue ele foi e fez um grande sucesso. Todos ficaram loucos quando viram o meu marido. Os comentários eram; “Ele é muito bonito”, “Ele combina com você” e o mais fraquente: “Ele é muito alto”. Kkk... Gente, todos e todas tirar foto com Guga. Pense numa graça. Fizeram um questionário sem fim. Queriam saber tudo. Bom, não preciso dizer que Guga adorou todos eles. Nos divertimos muito. Além dos asiáticos temos na sala uma menina da Holanda (a loira que aparece nessas fotos), um engenheiro da Colômbia (que já estava na sala quando cheguei aqui) e uma contadora do Peru. Só faltou ao barbecue uma “japinha” que é engenheira e é muito tímida. Esta semana ela de tanta vergonha teve uma crise de riso na sala de aula. Era ele rindo de um lado e eu do outro me acabando, tentando não fazer pipi nas calças. Voltando ao barbecue, aqui eles não temperam as carnes. Trazem a bandeja do supermercado, se a carne já estiver com tempero, ótimo, caso não esteja temperada vai para o fogo assim mesmo. Jogam por cima azeite, algumas vezes, ou um molho doce e muito popular por aqui. As carnes mais comuns são as de porco e frango, mas, gostam de boi também. Ah, descobri que o povo de Taiwan e os coreanos nunca tinham comido azeitonas na vida. Levei um vidrinho e eles piraram nas azeitonas. Foi uma festa só. Sim, no meio do barbecue a turma cresceu. Tinha um grupo do level 3 e 4 com comida, mas, sem churrasqueira.
Todas do parque estavam ocupadas. Convidamos todos eles e foi muito mais engraçado do que já estava. Eles dançaram, cantaram, fizeram representações com músicas tradicionais e populares dos seus países...bom, muito bom.


Brisbane do alto - Uma cidade muito, muito verde

Estas são imagens de Brisbane e do alto. Coloquei este post para que tivessem idéia de quanto a cidade é verde. Tem, ai, também, um mapa para que tenham uma idéia melhor do que estou falando. O clima aqui é subtropical e a cidade foi construída ao redor desse rio. Esse local com prédios mais altos é o que eles chamam de City. É o centro, o local onde tudo acontece. Grandes museus, bibliotecas, lojas, grandes hotéis, escritórios de grandes companhias e diversão para todos os gostos ficam nessa região. Nas áreas mais verdes estão as casas, as áreas habitacionais da cidade. Na verdade, uma grande floresta cheia de casas e com um rio passando pelos bairros. Dividem a cidade por zonas a partir da City, com círculos em volta dela. Quanto mais distante, maior o número da zona. Por exemplo, quem mora na zona quatro tá bem longe da City. É comum passar pela estrada, olhar para o lado e ver condomínios bem grandes, com casas belíssimas e o rio na porta dessas casas, com seus barcos atracados. Uma beleza! Se não dá para morar, Brisbane é um excelente lugar para passar férias e curtir a vida.
Lá ao fundo está uma pontinha do litoral do Estado de Queensland. É nessa região que está a Grande Barreira de Coral (Patrimônio Natural da Humanidade). De Brisbane até lá de carro dá mais ou menos uma hora. Brisbane é a capital do Estado de Queensland, que é o segundo maior da Austrália e um dos mais visitados do país. Além da famosa Barreira de Coral, no interior de Queesland ficam grandes fazendas e minas de cobre, que geram riquezas para o país. Dizem que tem um brasileiro famoso nesse lado de lá, dono de fazendas. Quem sabe a gente topa com ele um dia desses.

terça-feira, 9 de junho de 2009

Sim, elas são avançadas


Se você pensa que as mulheres brasileiras são as mais nuas e as mais atiradas deste mundo, precisa conhecer as australianas. Sim, elas são avançadas! A começar pelas roupas. Estamos tendo dias com temperaturas em torno dos 15° e este traje da foto é bem comum por aqui. Esta é a roupinha que muitas garotas usam nos dias frios, imaginem o que vão usar nos dias quentes. O incrível é que nenhum homem mexe ou solta piadas, no máximo olham.
Neste dia um “japinha” que vinha atrás da jovem quase quebrava o pescoço de tanto olhar para baixo tentando ver algo mais. Nós estávamos atrás deles tirando as fotos e rindo muito da cena. Vale salientar que as loirinhas são,geralmente, belíssimas, com tudo em cima.

Bom, ainda não fomos para a noite. Somos mais do dia. Porém, o que contam por aqui é que é à noite que o “bicho pega”. Tem a noite da camiseta molhada, quando as garotas vestem camisetas brancas sem sutiã e dançam feito loucas. Bebida aqui é proibida nas ruas, mas, dentro dos pubs pode. Bebida, camisa molhada, danças sensuais e coisa e tal...

Ou seja, quando à noite cai Brisbane se transforma numa cidade efervescente, não importa a época do ano e muito menos o dia. Tem festa de segunda a segunda. É comum ouvirmos as portas dos quartos batendo, quando o dia já está amanhecendo, e o barulho da galera chegando da noite.

Assim, pra quem gosta de festa e tem uma graninha (sim, é preciso ter uma boa graninha, pois, qualquer brincadeirinha numa noite dessas não sai por menos de $100) aqui também é um bom lugar para passar um tempo.

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Eu vi kangaroos e koalas


video
O feriado de aniversário da Rainha pra nós foi dia de ver cangurus, coalas, cães pastores e pássaros que dão um show. Fomos ao Lone Pine Koala Sanctuary com Andréia e Vini. Esse é o mais antigo espaço deste tipo para preservação de coalas. Hoje, o Lone Pine abriga mais de cem coalas, além de cangurus, dingos, casuares, répteis e diversas espécies de aves nativas. Separei para o blog este vídeo que fiz das crianças alimentando os kangaroos, como eles chamam por aqui. E esta foto no berçário dos coalas com mamãe e filhinho. Tem muito mais imagens, mas, infelizmente não dá pra colocar tudo aqui. Lembrei muito, muito mesmo da minha amiga Narjara. Ela vai ficar maluquinha o dia que vier aqui. Os animais são doceis e o parque é belíssimo. Sim, ia esquecendo de falar dos preços. Se for estudante paga $21 e adulto $30 para entrar. Para tirar uma foto com um coala no braço o preço é de $16 a mais.

Domingão na City


O domingo amanheceu nublado e chuvoso. Desistimos de ir ao Zoo e fomos para a City, caminhando, com o casal de polacos, Bopgan e Ivona (não sei se o nome dele escreve assim, mas, é assim que se pronuncia).
Quando saímos da escola o tempo abriu geral. Bom, consideramos o horário e seguimos para a City.
Guga tá doido para comprar uma Bike e fomos numa loja chamada Big W ver algumas. Ele já escolheu, só falta fechar a compra.
Visitamos parques, igrejas, passeamos pelas ruas, tiramos fotos e comemos. Guga cansou e voltar pra casa para dormir e eu fiquei com o casal de polacos. Fomos andar numa loja de departamentos gigante que tem na City, ela fica dentro de um shopping que vai da Queen Street até a Adelaide Street. Menina, é coisa para deixar qualquer um maludo. Quatro pisos sem tamanho, separados: um para homem, outro para mulher, outro para casa e papelaria e um outro com produtos para crianças e beleza. Andei, andei, mas não comprei nada. Nessa loja uma funcionária puxou assunto comigo. Queria saber se eu era australiana pra oferecer um cartão da loja. Kkk... Não perdi tempo e soltei meu English perebento kkk...Não é que deu certo. Ela ficou toda interessada quando eu falei que era do Brasil. Queria saber mais sobre o acidente aéreo recente, pediu que eu confirmasse de onde o vôo tinha saído se do Brasil para a Franca ou da França para o Brasil, se todos tinham morrido, coisa e tal...e eu lá. Foi um domingo bem produtivo. Andei, tirei fotos, vi muita coisa legal e ainda treinei meu English. Detalhe: voltei sozinha para o room pela primeira vez. Os polacos voltaram a pé e eu, como estava cansada, voltei de City Cat (o barco que faz transporte coletivo aqui pelo rio Brisbane). Terminamos o domingo estudando um pouco. A idéia é aproveitar o feriado da segunda-feira, Aniversário da Rainha, para ir ao Zoo.

O sábado: 20 dias de Brisbane


O sábado foi dia de descanso. Dormimos até mais tarde e, depois das 16h, fomos no apartamento de Felipe e Onicéia, num bairro bem próximo à City. No caminho até lá, ainda no City Cat, tirei esta foto ai e muitas outras. Fiquei lembrando que já faz 20 dias que estamos por aqui. O tempo voa.


Felipe e Onicéia dividem o apartamento de três quartos com uma turma animada. São duas brasileiras e dois chilenos. A jovem da Suíça não estava por lá. Voltamos pra casa depois das 21h. Foi muito divertido.

O primeiro barbecue

A semana passou bem rapidinho. Tive aula com três professores diferentes. Agora, são: Superman, Ray e Ella. A sala cresceu, temos novos colegas de turma. Uma peruana, mais um japonês, uma garota da Hungria e um coreano. Tirei uma nota melhor na prova da sexta-feira. Tô até mais animadinha com meu English “perebento”.

Pra fechar a sexta-feira fizemos nosso primeiro barbecue. Foi no Kangaroo Point Cliff Park. Vini foi escalar o paredão e nós (eu, Guga), Andréia e os polacos (Bopgan e Ivona) preparamos a churrasqueira e passamos horas conversando e misturando português, polonês, english, espanhol e uma lasquinha de alemão. É que também apareceu por lá um amigo de trabalho de Vini, que é alemão e mora aqui em Brisbane. Foi muito bom!


Na foto acima, Guga, Bopgan, Ivona e Andréia. nesta outra, euzinha e todos eles. O babecue aqui na Austrália é uma tradição. Nesta sexta-feira os parques próximos a nossa escola estavam bem cheios. Tivemos sorte e encontramos uma churrasqueira.





terça-feira, 2 de junho de 2009

Brisbane vista do rio Brisbane


Brisbane é realmente uma cidade bem linda. Não importa se vamos de ônibus, carro ou barco, as belas imagens estão sempre garantidas.
No final de semana que passou conhecemos o transporte mais interessante daqui: o City Cat. É uma grande embarcação que leva passageiros, todos os dias, para vários pontos da cidade, de um lado para outro do rio.
Aqui está apenas uma das muitas imagens que colhi durante o passeio. Este é o prédio da nossa escola e o lugar onde moramos, hoje, vistos do rio Brisbane.
Ah, o inverno chegou e o tempo por aqui já está bem mais frio. É interessante, o sol aparece e pensamos que vai fazer aquele calorão. Que nada! O vento é geladinho. Nem dá para caminhar no parque. Que pena!

New Farm Park


O New Farm Park é um grande espaço verde de Brisbane onde famílias e amigos se divertem nos finais de semana. O local tem campo de futebol, espaço para vários outros esportes populares por aqui, além de áreas para churrascos e pistas para caminhada e ciclismo. Ele fica numa área onde antes existiam muitas fazendas, daí o nome. Hoje é mais que um parque, na verdade é um bairro cheio de opções para quem gosta de arte e entretenimento. Próximo ao rio ficam apartamentos bem contemporâneos, mas, lá pra dentro do bairro é possível identificar belos prédios e casas num estilo mais clássico.

Futebol no New Farm Park


Em uma das áreas encontramos um grupo de meninas e meninos jogando futebol, sim nosso futebol brasileiro mesmo. Eles aqui gostam e jogam, assim, nos parques. Pais e mães ficam atentos ao lado do campo e torcendo pelos gols dos seus respectivos filhos, claro. Lembramos logo da nossa amadinha sobrinha Juliana. Ela, que é apaixonada por “chutebol”, ia adorar brincar por aqui.